O Uniduniler todas as letras ganhou reconhecimento internacional. Considerado pelo Centro Regional para el Fomento del Livbro en America Latina y el Caribe - CERLALC - Organismo ligado à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura - UNESCO como uma das melhores práticas de incentivo à Leitura para a Primeira Infâcia na América Latina e Caribe.

Detalhes

:

VI Festival Itinerante de Leitura nas ruas mesmo sem patrocínio!

Mesmo sem patrocínio, a sexta edição do Uniduniler todas as letras - Festival Itinerante de Leitura está acontecendo desde o início do ano e, pela primeira vez, também com ações fora do Distrito Federal! Já foram realizadas: uma oficina de formação com profissionais da educação básica e anos iniciais da Secretaria de Educação do DF ( 8/02/2019), duas palestras- espetáculo para 1000 profissionais de creches e centros de primeira infância da Secretaria de Educação do DF ( 17/04/2019). duas revoadas poéticas com oficinas de pipas literárias, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, (1 e 2/05/2019), cinco encontros do projeto "Terapia da Palavra", no Hospital Regional da Ceilândia, um encontro do projeto "Asas da Liberdade", no Centro de Atendimento Sócio Educativo com menores infratores, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, dois Concertos Literários com a participação da Escritora Alessandra Roscoe, do ilustrador Roberto Castro e do ator e palhaço José Regino e do Escritor e ilustrador Ivan Zigg, além de Rodas de leituras e cantigas, leituras sensoriais com bebês, Rodas de conversa sobre e prosa e poesia com jovens, Leituras em acampamento rural, em casa de acolhimento e com mulheres e crianças vítimas de violência na Casa Abrigo. Já participaram do Festival, além dos convidados dos Concertos Literários que ocorreram na Biblioteca Infantil da 104/304 sul , no primeiro semestre e no Teatro da Escola Parque da 308 sul, no segundo semestre: os escritores Leo Cunha (MG), Marcelino Freire (PE), Marília PIrillo (RJ) e o poeta Lucas Lins. O VI Festival realizou ações na Escola Classe 03 do Guará ( 31/05/2019), em Uberaba - MG ( 7 e 8/06/2019) e também na Escola Classe 11 de Sobradinho - DF e na Colônia Agrícola Vargem Bonita - DF. Até o fim do ano, estão previstas ainda atividades em Petrolina- PE e em Porto Alegre - RS e uma Roda de Conversa sobre literatura e afetividade com mulheres da prosa e da poesia, escritoras negras e trans, para encerrar em grande estilo, com a força da escrita feminina, o VI Festival. Os encontros e atividades dos projetos "Asas da Liberdade" e "Terapia da Palavra", que integram a programação do VI Festival e que a partir deste ano passaram a ser permanentes, acontecerão com atividades pontuais no CASE de Santa Maria e mensais no Hospital Regional da Ceilândia. A edição deste ano, contou com apoio da Jornada Literária do DF, da Carvalhedo Produções, de amigos, escritores, ilustradores e artistas parceiros que se mobilizaram para não deixar que o Festival deixasse de acontecer depois de anos espalhando leituras, livros e afetos! Uma das nossas ações, a leitura sensorial com bebês fez parte do programa Globo Comunidade sobre arte para a primeira infância que a TV Globo Brasília exibiu no dia 06/10/2019.

Detalhes


Encerrada mais uma edição do Festival Itinerante de Leitura.

Foram 16 eventos com convidados, internacionais, nacionais e locais. A caravana poética do Uniduniler todas as letras passou por 8 cidades do Distrito Federal e espalhou arte, leituras e muito afeto por onde passou. As ações do Festival aconteceram em creches, hospitais, Casa Abrigo e lar de idosos. Veja no vídeo um pouco do que foi o V Festival

Detalhes


Asas da Liberdade

Asas da Liberdade agora é permanente! O projeto de Leituras afetivas e partilhadas com pessoas em privação de liberdade, tornou-se em 2019 mais um braço permanente do Uniduniler todas as letras e agora junto com o Terapia da Palavra de leitura e música em hospitais vai realizar ações mensais, A escritora Alessandra Roscoe, firmou parceria com a Escola do CASE – Centro de Atendimento Sócio Educativo de Santa Maria no Rio Grande do Sul e já em Maio deu início às atividades com uma turma de menores internos que recebeu durante a Feira do Livro de Santa Maria, a visita da escritora. Os garotos participaram de uma oficina de pipas poéticas e a partir deste primeiro encontro irão realizar trocas de cartas e leituras com encontros virtuais em sala de aula.
Terapia da palavra já acontece uma vez por mês no Hospital Regional da Ceilândia, desde agosto de 2018.

Detalhes